Agenda

Dez
13
Qua
Afinal o Caracol – Tábua @ Biblioteca Municipal João Brandão
Dez 13@10:00_12:00

25 minutos – para crianças dos 6 meses aos 5 anos

 

Espectáculo de promoção da leitura para bebés, com poesia de Fernando Pessoa, música de Joaquim Coelho e ilustrações de Mafalda Milhões.
A história de um caracol, das cócegas que ele fazia, de como ele virava e girava, e de como acabou por não cair. Brincamos com as palavras. São o nosso brinquedo favorito. Brincamos com a música das palavras, com a leveza das palavras, com o tamanho das palavras, com a pressa e a lentidão das palavras e também… com o silêncio.

Dez
19
Ter
Coro de Leitura em voz alta – Alcochete @ Biblioteca de Alcochete
Dez 19@20:30_22:00

 

(só para os membros do coro)

 

Jan
4
Qui
Afinal o Caracol – Lisboa @ Externato Bambi
Jan 4@10:00_10:30

25 minutos – para crianças dos 6 meses aos 5 anos

(para as crianças da instituição)

Espectáculo de promoção da leitura para bebés, com poesia de Fernando Pessoa, música de Joaquim Coelho e ilustrações de Mafalda Milhões.
A história de um caracol, das cócegas que ele fazia, de como ele virava e girava, e de como acabou por não cair. Brincamos com as palavras. São o nosso brinquedo favorito. Brincamos com a música das palavras, com a leveza das palavras, com o tamanho das palavras, com a pressa e a lentidão das palavras e também… com o silêncio.

Jan
5
Sex
Afinal o Caracol – Lisboa @ Colégio A Torre
Jan 5@14:00_15:15

25 minutos – para crianças dos 6 meses aos 5 anos

 

Espectáculo de promoção da leitura para bebés, com poesia de Fernando Pessoa, música de Joaquim Coelho e ilustrações de Mafalda Milhões.
A história de um caracol, das cócegas que ele fazia, de como ele virava e girava, e de como acabou por não cair. Brincamos com as palavras. São o nosso brinquedo favorito. Brincamos com a música das palavras, com a leveza das palavras, com o tamanho das palavras, com a pressa e a lentidão das palavras e também… com o silêncio.

Jan
26
Sex
Afinal o Íbis – Lisboa @ A.P.R.O.S. - Associação de Educação e Promoção Social de Santos-O-Velho
Jan 26@10:00_11:15


30 minutos – Bebés dos 6 meses aos 3 anos
(também para crianças dos 3 aos 5 anos)

(só para as crianças da instituição)

Espectáculo de promoção da leitura para bebés, com poesia de Fernando Pessoa, música de Joaquim Coelho e imagem de Mafalda Milhões.
A história de um pássaro esquisito inventada por Fernando Pessoa, o Íbis do Egipto, é o nosso pretexto para embalar, brincar, cantar, voar com os bebés. A partir deste, outros pássaros de Pessoa se lhe juntam.
A actriz conduz o público pelas paisagens poéticas, pela musicalidade das palavras, pelo voo das páginas e em meia hora teremos tempo para brincar, cantar, dançar, ler e dormir.

Jan
29
Seg
A leitura em voz alta – Macedo de Cavaleiros @ Biblioteca Municipal de Macedo de Cavaleiros
Jan 29@10:00_17:00

 

Este ateliê  pretende abordar as técnicas da leitura em voz alta:

  • trabalho de corpo e voz (postura, respiração, colocação de voz, dicção);
  • trabalho sobre a exposição que a leitura em voz alta exige;
  • apresentação de uma leitura encenada.

Trata-se aqui de dar algumas “ferramentas” para tornar a leitura de um texto, num momento de prazer para quem lê e para quem ouve.

Divide-se em 4 partes:
1. Trabalho de corpo e de voz (1h30);
2. Técnicas de leitura em voz alta (1h00);
3. Construção de uma leitura encenada (3h00);
4. Apresentação da leitura encenada.

Concepção e realização – Cristina Paiva

Mar
8
Qui
Afinal o Íbis – Arraiolos @ Biblioteca Municipal de Arraiolos
Mar 8@10:00_16:30


30 minutos – Bebés dos 6 meses aos 3 anos
(também para crianças dos 3 aos 5 anos)

(para as crianças do concelho)

Espectáculo de promoção da leitura para bebés, com poesia de Fernando Pessoa, música de Joaquim Coelho e imagem de Mafalda Milhões.
A história de um pássaro esquisito inventada por Fernando Pessoa, o Íbis do Egipto, é o nosso pretexto para embalar, brincar, cantar, voar com os bebés. A partir deste, outros pássaros de Pessoa se lhe juntam.
A actriz conduz o público pelas paisagens poéticas, pela musicalidade das palavras, pelo voo das páginas e em meia hora teremos tempo para brincar, cantar, dançar, ler e dormir.

Mar
19
Seg
Andante(des)Concertante – Tábua @ Centro Cultural
Mar 19@10:30_11:30

ANDANTE(des)CONCERTANTE
Concerto de poesia para crianças

60 minutos – alunos do 1º ciclo

E se uma ida ao teatro nos transformasse em músicos de uma orquestra?
E se essa orquestra se transformasse numa floresta?
E se essa floresta nos fizesse amar as árvores?
E se as árvores desatassem a falar?
E se a fala das árvores nos mostrasse como as palavras dançam?

E se uma ida ao teatro fosse pura poesia?

Andante(des)Concertante
Um concerto feito de poesia, música, magia, heróis, pings e bongs, bailados de mãos e… silêncio.

A maestrina conduz uma floresta, e há uma orquestra, que dividida por naipes e com muita poesia, vai ensaiando com brincadeiras, coreografias, músicas, sons de vento e de pássaros e até de palavras proibidas.

No final, floresta e orquestra farão a sua apresentação… e haverá uma surpresa.

Andante(des)Concertante – Tábua @ Centro Cultural
Mar 19@14:30_15:30

ANDANTE(des)CONCERTANTE
Concerto de poesia para crianças

60 minutos – alunos do 1º ciclo

E se uma ida ao teatro nos transformasse em músicos de uma orquestra?
E se essa orquestra se transformasse numa floresta?
E se essa floresta nos fizesse amar as árvores?
E se as árvores desatassem a falar?
E se a fala das árvores nos mostrasse como as palavras dançam?

E se uma ida ao teatro fosse pura poesia?

Andante(des)Concertante
Um concerto feito de poesia, música, magia, heróis, pings e bongs, bailados de mãos e… silêncio.

A maestrina conduz uma floresta, e há uma orquestra, que dividida por naipes e com muita poesia, vai ensaiando com brincadeiras, coreografias, músicas, sons de vento e de pássaros e até de palavras proibidas.

No final, floresta e orquestra farão a sua apresentação… e haverá uma surpresa.

Mar
20
Ter
Andante(des)Concertante – Tábua @ Centro Cultural
Mar 20@9:30_10:30

ANDANTE(des)CONCERTANTE
Concerto de poesia para crianças

60 minutos – alunos do 1º ciclo

E se uma ida ao teatro nos transformasse em músicos de uma orquestra?
E se essa orquestra se transformasse numa floresta?
E se essa floresta nos fizesse amar as árvores?
E se as árvores desatassem a falar?
E se a fala das árvores nos mostrasse como as palavras dançam?

E se uma ida ao teatro fosse pura poesia?

Andante(des)Concertante
Um concerto feito de poesia, música, magia, heróis, pings e bongs, bailados de mãos e… silêncio.

A maestrina conduz uma floresta, e há uma orquestra, que dividida por naipes e com muita poesia, vai ensaiando com brincadeiras, coreografias, músicas, sons de vento e de pássaros e até de palavras proibidas.

No final, floresta e orquestra farão a sua apresentação… e haverá uma surpresa.

Andante(des)Concertante – Tábua @ Centro Cultural
Mar 20@11:15_12:15

ANDANTE(des)CONCERTANTE
Concerto de poesia para crianças

60 minutos – alunos do 1º ciclo

E se uma ida ao teatro nos transformasse em músicos de uma orquestra?
E se essa orquestra se transformasse numa floresta?
E se essa floresta nos fizesse amar as árvores?
E se as árvores desatassem a falar?
E se a fala das árvores nos mostrasse como as palavras dançam?

E se uma ida ao teatro fosse pura poesia?

Andante(des)Concertante
Um concerto feito de poesia, música, magia, heróis, pings e bongs, bailados de mãos e… silêncio.

A maestrina conduz uma floresta, e há uma orquestra, que dividida por naipes e com muita poesia, vai ensaiando com brincadeiras, coreografias, músicas, sons de vento e de pássaros e até de palavras proibidas.

No final, floresta e orquestra farão a sua apresentação… e haverá uma surpresa.

Mar
21
Qua
Poesia à la Carte – Midões @ Midões
Mar 21@11:00_12:30

POESIA À LA CARTE – Performance poética
Público em geral

A Chef Andantinni tem propostas poéticas para todos. Escolha do cardápio um poema e deguste-o nesta esplanada ao ar livre.
Venha viver uma experiência única!
Se num restaurante não está à espera que o seu prato seja servido a todos, aqui, o poema que escolheu, é só para si.
Temos o sistema tecnologicamente mais avançado para o levar das mãos da nossa Chef até aos seus ouvidos.

Poesia à la carte: um momento único na sua vida!

Andante(des)Concertante – Tábua @ Biblioteca Municipal João Brandão
Mar 21@21:30_22:30

ANDANTE(des)CONCERTANTE
Concerto de poesia para crianças

60 minutos – alunos do 1º ciclo

E se uma ida ao teatro nos transformasse em músicos de uma orquestra?
E se essa orquestra se transformasse numa floresta?
E se essa floresta nos fizesse amar as árvores?
E se as árvores desatassem a falar?
E se a fala das árvores nos mostrasse como as palavras dançam?

E se uma ida ao teatro fosse pura poesia?

Andante(des)Concertante
Um concerto feito de poesia, música, magia, heróis, pings e bongs, bailados de mãos e… silêncio.

A maestrina conduz uma floresta, e há uma orquestra, que dividida por naipes e com muita poesia, vai ensaiando com brincadeiras, coreografias, músicas, sons de vento e de pássaros e até de palavras proibidas.

No final, floresta e orquestra farão a sua apresentação… e haverá uma surpresa.

Mar
22
Qui
Quem quer ser Saramago – Sertã @ Casa da Cultura
Mar 22@14:30_15:30

60 minutos

Sessão para os alunos do ensino secundário do concelho.

A grande e decisiva arma é a ignorância. É bom, que eles nada saibam, nem ler, nem escrever, nem contar, nem pensar, que considerem e aceitem que o mundo não pode ser mudado, que este mundo é o único possível, tal como está, que só depois de morrer haverá paraíso… JS in Levantado do Chão
Agora, mais do que nunca, as palavras de José Saramago ajudam-nos a compreender, a lutar e a ultrapassar os tempos conturbados em que vivemos.
Quem quer ser Saramago?
Como num jogo somos levados através do universo da escrita de José Saramago, com avanços e recuos, ultrapassando uma dificuldade aqui, fazendo uma descoberta ali.
Quem quer ser Saramago?
Uma viagem contra a crueldade, a humilhação e a mentira, guiada pela “Voz” e pela obra do único Nobel da língua portuguesa, com destino a um mundo mais digno, justo e verdadeiro.

Quem quer ser Saramago – Sertã @ Casa da Cultura
Mar 22@21:30_22:30

60 minutos

A grande e decisiva arma é a ignorância. É bom, que eles nada saibam, nem ler, nem escrever, nem contar, nem pensar, que considerem e aceitem que o mundo não pode ser mudado, que este mundo é o único possível, tal como está, que só depois de morrer haverá paraíso… JS in Levantado do Chão
Agora, mais do que nunca, as palavras de José Saramago ajudam-nos a compreender, a lutar e a ultrapassar os tempos conturbados em que vivemos.
Quem quer ser Saramago?
Como num jogo somos levados através do universo da escrita de José Saramago, com avanços e recuos, ultrapassando uma dificuldade aqui, fazendo uma descoberta ali.
Quem quer ser Saramago?
Uma viagem contra a crueldade, a humilhação e a mentira, guiada pela “Voz” e pela obra do único Nobel da língua portuguesa, com destino a um mundo mais digno, justo e verdadeiro.

Mar
23
Sex
Quem quer ser Saramago – Sardoal @ Centro Cultural Gil Vicente
Mar 23@14:30_15:30

60 minutos

para alunos do ensino secundário do concelho

A grande e decisiva arma é a ignorância. É bom, que eles nada saibam, nem ler, nem escrever, nem contar, nem pensar, que considerem e aceitem que o mundo não pode ser mudado, que este mundo é o único possível, tal como está, que só depois de morrer haverá paraíso… JS in Levantado do Chão
Agora, mais do que nunca, as palavras de José Saramago ajudam-nos a compreender, a lutar e a ultrapassar os tempos conturbados em que vivemos.
Quem quer ser Saramago?
Como num jogo somos levados através do universo da escrita de José Saramago, com avanços e recuos, ultrapassando uma dificuldade aqui, fazendo uma descoberta ali.
Quem quer ser Saramago?
Uma viagem contra a crueldade, a humilhação e a mentira, guiada pela “Voz” e pela obra do único Nobel da língua portuguesa, com destino a um mundo mais digno, justo e verdadeiro.

Quem quer ser Saramago – Sardoal @ Centro Cultural Gil Vicente
Mar 23@21:30_22:30

60 minutos

A grande e decisiva arma é a ignorância. É bom, que eles nada saibam, nem ler, nem escrever, nem contar, nem pensar, que considerem e aceitem que o mundo não pode ser mudado, que este mundo é o único possível, tal como está, que só depois de morrer haverá paraíso… JS in Levantado do Chão
Agora, mais do que nunca, as palavras de José Saramago ajudam-nos a compreender, a lutar e a ultrapassar os tempos conturbados em que vivemos.
Quem quer ser Saramago?
Como num jogo somos levados através do universo da escrita de José Saramago, com avanços e recuos, ultrapassando uma dificuldade aqui, fazendo uma descoberta ali.
Quem quer ser Saramago?
Uma viagem contra a crueldade, a humilhação e a mentira, guiada pela “Voz” e pela obra do único Nobel da língua portuguesa, com destino a um mundo mais digno, justo e verdadeiro.

Abr
12
Qui
Andante(des)Concertante – Odemira @ Biblioteca José Saramago
Abr 12@10:30_11:30

ANDANTE(des)CONCERTANTE
Concerto de poesia para crianças

60 minutos – alunos do 1º ciclo

E se uma ida ao teatro nos transformasse em músicos de uma orquestra?
E se essa orquestra se transformasse numa floresta?
E se essa floresta nos fizesse amar as árvores?
E se as árvores desatassem a falar?
E se a fala das árvores nos mostrasse como as palavras dançam?

E se uma ida ao teatro fosse pura poesia?

Andante(des)Concertante
Um concerto feito de poesia, música, magia, heróis, pings e bongs, bailados de mãos e… silêncio.

A maestrina conduz uma floresta, e há uma orquestra, que dividida por naipes e com muita poesia, vai ensaiando com brincadeiras, coreografias, músicas, sons de vento e de pássaros e até de palavras proibidas.

No final, floresta e orquestra farão a sua apresentação… e haverá uma surpresa.

Andante(des)Concertante – Odemira @ Biblioteca José Saramago
Abr 12@14:00_15:00

ANDANTE(des)CONCERTANTE
Concerto de poesia para crianças

60 minutos – alunos do 1º ciclo

E se uma ida ao teatro nos transformasse em músicos de uma orquestra?
E se essa orquestra se transformasse numa floresta?
E se essa floresta nos fizesse amar as árvores?
E se as árvores desatassem a falar?
E se a fala das árvores nos mostrasse como as palavras dançam?

E se uma ida ao teatro fosse pura poesia?

Andante(des)Concertante
Um concerto feito de poesia, música, magia, heróis, pings e bongs, bailados de mãos e… silêncio.

A maestrina conduz uma floresta, e há uma orquestra, que dividida por naipes e com muita poesia, vai ensaiando com brincadeiras, coreografias, músicas, sons de vento e de pássaros e até de palavras proibidas.

No final, floresta e orquestra farão a sua apresentação… e haverá uma surpresa.

Abr
14
Sáb
A leitura em voz alta – Lisboa @ Universidade Católica Portuguesa
Abr 14@10:00_17:30

Para os alunos da Pós-Graduação em Livro Infantil

Este ateliê  pretende abordar as técnicas da leitura em voz alta:

  • trabalho de corpo e voz (postura, respiração, colocação de voz, dicção);
  • trabalho sobre a exposição que a leitura em voz alta exige;
  • apresentação de uma leitura encenada.

Trata-se aqui de dar algumas “ferramentas” para tornar a leitura de um texto, num momento de prazer para quem lê e para quem ouve.

Divide-se em 4 partes:
1. Trabalho de corpo e de voz (1h30);
2. Técnicas de leitura em voz alta (1h00);
3. Construção de uma leitura encenada (3h00);
4. Apresentação da leitura encenada.

Concepção e realização – Cristina Paiva

Abr
21
Sáb
À volta da Língua – Vila Real @ Local a designar
Abr 21@11:30_12:30


50 minutos – Público em geral

No âmbito do Encontro de Bibliotecas Escolares

Um espectáculo de teatro sobre a poesia portuguesa. Partindo de textos exclusivamente de autores de língua portuguesa, propomo-nos com este espectáculo dar uma leitura diferente a esses textos. Mostrá-los na sua forma, no seu conteúdo, na sua sonoridade.
Evidenciar a língua portuguesa como língua viva: como os autores contemporâneos foram buscar as suas referências formais e de conteúdo a autores mais antigos e como partindo dessas referências a língua se desenvolveu e continua em transformação. Tentamos mostrar como a reinvenção da língua é um acontecimento quotidiano, não só em Portugal, mas também em outros países onde se fala o português.

Mais informações

Abr
23
Seg
Quem quer ser Saramago – Faro @ Biblioteca Municipal
Abr 23@21:00_22:00

60 minutos

No âmbito do 17º aniversário da Biblioteca Municipal de Faro

A grande e decisiva arma é a ignorância. É bom, que eles nada saibam, nem ler, nem escrever, nem contar, nem pensar, que considerem e aceitem que o mundo não pode ser mudado, que este mundo é o único possível, tal como está, que só depois de morrer haverá paraíso… JS in Levantado do Chão

Agora, mais do que nunca, as palavras de José Saramago ajudam-nos a compreender, a lutar e a ultrapassar os tempos conturbados em que vivemos.
Quem quer ser Saramago?
Como num jogo somos levados através do universo da escrita de José Saramago, com avanços e recuos, ultrapassando uma dificuldade aqui, fazendo uma descoberta ali.
Quem quer ser Saramago?
Uma viagem contra a crueldade, a humilhação e a mentira, guiada pela “Voz” e pela obra do único Nobel da língua portuguesa, com destino a um mundo mais digno, justo e verdadeiro.

Abr
24
Ter
Quem quer ser Saramago – Loulé @ Biblioteca Municipal de Loulé - Sophia de Mello Breyner Andresen
Abr 24@14:30_15:30

60 minutos

(para os alunos do ensino secundário do concelho)

A grande e decisiva arma é a ignorância. É bom, que eles nada saibam, nem ler, nem escrever, nem contar, nem pensar, que considerem e aceitem que o mundo não pode ser mudado, que este mundo é o único possível, tal como está, que só depois de morrer haverá paraíso… JS in Levantado do Chão
Agora, mais do que nunca, as palavras de José Saramago ajudam-nos a compreender, a lutar e a ultrapassar os tempos conturbados em que vivemos.
Quem quer ser Saramago?
Como num jogo somos levados através do universo da escrita de José Saramago, com avanços e recuos, ultrapassando uma dificuldade aqui, fazendo uma descoberta ali.
Quem quer ser Saramago?
Uma viagem contra a crueldade, a humilhação e a mentira, guiada pela “Voz” e pela obra do único Nobel da língua portuguesa, com destino a um mundo mais digno, justo e verdadeiro.

Jun
1
Sex
Afinal o Caracol – Lisboa @ Creche Sementes do Mundo
Jun 1@10:00_12:00

25 minutos – para crianças dos 6 meses aos 5 anos

 

Espectáculo de promoção da leitura para bebés, com poesia de Fernando Pessoa, música de Joaquim Coelho e ilustrações de Mafalda Milhões.
A história de um caracol, das cócegas que ele fazia, de como ele virava e girava, e de como acabou por não cair. Brincamos com as palavras. São o nosso brinquedo favorito. Brincamos com a música das palavras, com a leveza das palavras, com o tamanho das palavras, com a pressa e a lentidão das palavras e também… com o silêncio.

Jun
4
Seg
Afinal o Caracol – Lisboa @ Creche Voz do Operário da Graça
Jun 4@10:00_12:00

25 minutos – para crianças dos 6 meses aos 5 anos

 

Espectáculo de promoção da leitura para bebés, com poesia de Fernando Pessoa, música de Joaquim Coelho e ilustrações de Mafalda Milhões.
A história de um caracol, das cócegas que ele fazia, de como ele virava e girava, e de como acabou por não cair. Brincamos com as palavras. São o nosso brinquedo favorito. Brincamos com a música das palavras, com a leveza das palavras, com o tamanho das palavras, com a pressa e a lentidão das palavras e também… com o silêncio.